3º Encontro de Autos Antigos e Lowrider – Sorocaba SP

Fala galera!
No último domingo, dia 18, rolou o terceiro encontro de antigos e lowrider de Sorocaba. Tinha carro para todos os gostos, de rat à original, mas o brilho foi mesmo dos lowrider.
A equipe Sem Limites marcou presença com a Caravan 78 do nosso amigo Pé de chumbo (que abriu um buraco no bloco) Bilbau.

Sunday’s Kustom Meeting – 14/10

Como todo segundo domingo do mês, no último dia 14 tivemos mais um SKM (Sunday’s Kustom Meeting) em baixo do viaduto Janio Quadros. Neste em especial, houve programação para o dia das crianças com cama elástica e piscina de bolinhas. Já para os grandinhos, apresentação da banda True Voices, churrasco, cerveja e bazar kustom.

Tava um clima muito bom (um sol de rachar o coco) com música boa, carros antigos e MUITAS motos! Infelizmente eu não pude ficar muito no evento por outros compromissos, porém consegui tirar algumas fotos (destaque para o garotinho tocando com a banda).

Equipe Sem Limites

A viagem pra Águas de Lindóia acabou atraindo mais uns loucos pra banda e resolvemos criar uma equipe com essa galera unida pela paixão por carros/motos antigas, aventura e claro, diversão (cachaça, churrasco e tudo que faz mal).

Os preparativos já justificaram o nome da equipe. A ideia inicial era sairmos 18 horas de Sorocaba, mas nenhum carro estava pronto neste horário… ficamos até nada menos que 4 horas da manhã direto até que todos estivessem prontos.

Dormir pra viajar? Bobagem.
Saímos 4h30 com a cara e a coragem. Infelizmente logo na Castelinho perdemos um soldado. Novamente a polia do comando da Cavuka quebrou e não tinhamos nenhuma reserva. Guinchei a Caká até a oficina do Preto, dividimos a galera entre os dois opalas restantes e pau na máquina!

O caminho todo foi perfeito: nada de polícia, nenhum carro aquecendo ou qualquer outro comportamento anormal, até que… acreditem ou nao, faltando apenas 200 metros pra cidade (localizada a 200km de Sorocaba) o opala do Tiago começa a fumacear e perder força até que pára, e mais incrível ainda, na mesma curva em que ele parou, o cabo da embreagem do meu opala também se soltou, deixando os dois paradinhos no canto da estrada podendo ver a entrada da cidade já às 9 da manhã.

O meu caso era mais simples, foi só prender o cabo novamente na embreagem e no pedal. Chato, mas simples. Já o caso do opala do Tiago era mais complicado: a água do carro tinha simplesmente desaparecido e por sorte não fundiu o motor. Para ajudar, o fio do marcador de temperatura derreteu e caiu em um lugar que ficou passando pro painel que a temperatura do carro estava normal.

Demos um jeito de chegar na cidade e lá o Bilbau e o Tiago começaram a desmontar o motor na calçada mesmo. Arrumaram loja de peças, ferramentas… ficaram horas brigando com o motor até que lá por meio dia conseguiram arrumar. Desmontar cabeçote, escalar válvulas e todo o trampo que tiveram com o solzão na cabeça não foi fácil, mas foi no mínimo Sem Limites.

Depois de tudo certo fomos curtir um pouco o evento mais que merecido.

A volta também foi tranquila, e a viagem no geral, deixou um gostinho de quero mais, ainda mais para o Bilbau que não conseguiu ir com a Cavuka.

Mais rollets virão em breve, e o próximo evento no radar é um encontro de carros antigos em Peruíbe. Assim que tiver mais informações eu coloco no radar da página principal.

Abraços!!