Nova Cara

De volta ao opala!

No fim do mês passado teve novamente o encontro anual de Águas de Lindóia, e com a intenção de participar do evento, o Bilbau e eu resolvemos dar uns tapas na Cacá e na Jabiraca.
A caravan dele tinha saido da funilaria (finalmente) e faltava montar motor, câmbio, etc. Já o meu estava em outro funileiro pra rebatar os paralamas pra parar de pegar o pneu.
No fim o funileiro só enrolou e tivemos que levar a Jabiraca pra outro (o que fez a Cacá) e no caso da Cacá, só zica atraz de zica com câmbio, trambulador, carburador… acabamos abortando a missão.

Infelizmente não rolou o passeio, mas sem problemas. Conseguimos adiantar bastante os dois carros e em breve terão outros encontros pra participarmos.

A foto da Jabiraca pintada inteira e com para-choques novos e uma com a Cacá depois de dar o último pau no cambio.

O fusqueta

Comentei do fusca no outro post (6 meses atrás) e acabei não postando as fotos dele. E como não mexi mais no Opala neste tempo, esqueci do blog.

Compramos o fusca com a ideia de reformar e fazer uma grana com ele. Não funcionou.

A reforma foi trabalhosa mas ficou show de bola. O que não funcionou foi a parte do lucro… no fim das contas, vendemos pelo preço que gastamos.

Estas são as fotos do fusca quando o compramos:

E este é o resultado final:

http://carros-usados.comprecar.com.br/sorocaba/vw/fusca/1975/360859

 

Patinhas novas

Depois de meio século sem postar nada…

Na real eu até parei de mexer um pouco no opala… muito trampo e pouco tempo livre. Tá foda.

Neste tempo acredito que a unica coisa que mudei no carro foram as rodas. Que até agora me dão dor de cabeça…

Como o centro da roda é mais fundo que nas originais, os pneus ficam mais pra fora. Tanto que pegam nos para-lamas (y)

Um funileiro camarada do Bilbau pediu 700 mangos pra rebater os 4 para-lamas e repintar a parte inferior do carro. Como compramos um fusca pra reformar, o opala vai ficar esperando um pouco :/

Fundo do porta luvas

O meu antigo despencou faz uns 5 meses e desde então ficava aquele buraco atraz da tampa do porta luvas.

Pensei em comprar uma vez no mercado livre, mas como não era prioridade fui deixando. Na época custava 40 reais.

Resolvi trocar agora nas férias. De 40, subiu para 70 reais… mais 15 de frete… 85 mangos por uma merda de um fundo de porta luvas!

Se o problema fosse só o preço blz mas… o material é ruim, o formato é ruim… sofri para trocar esta porcaria…


Se alguém precisar deste fundo, NÃO compre no ML!

Férias!

Primeiro fds de férias, sossegadinho, descansando…. o car@#$%!!

Chegamos na pintura no Bilbau perto do meio dia, Dan, Bilbau e eu quebrados de ressaca de ontem hehehe

Primeira coisa a fazer: colocar os piscas novos… mas pra isso, precisava tirar os antigos. QUE TRAMPO

Duas porcas prendem cada conjunto do pisca, agora pergunte o estado de cada porca… Foi +- uma hora somando o trampo pra tirar os dois piscas. Pelo menos uma porca de cada pisca tava presa de oxidação tipo impossível de tirar… mas nada que uma faca de pão nao resolva hehehe.

Depois da troca, filezona, resolvemos brincar com o contagiros do Bilbau, ver como ligava e talz. Mais uma hora quebrando a cabeça e achamos o manual na internet, ai ficou fácil.

O resto que pretendia fazer hoje acabou nem dando tempo, estou postando agora mas já estou prá sair, niver do Cururu del Carajo hoje!

Ai vão umas fotos do trampo, resultado e finalmente também o tabelier :D

Desconsiderem a sujeira da viatura :x

Muito tempo depois…

Depois de ficar muito tempo sem postar, até quase vender o Opala, aqui estou de volta.

Neste meio tempo:
-Sim, era a suspensão. Foi refeita e trocados os rolamentos das rodas dianteiras.
-Troquei o coletor de escapamento pelo 6×2 que o Bilbau me deu imprestou.
-O trambulador está cada vez pior, agora encavala em terceira também (y).
-Ainda não coloquei os instrumentos que comprei pelo ML por falta de tempo.
-Bateria descarregando por algum problema elétrico.

Resa a lenda (lenda mesmo, espero isso desde setembro) que o projeto aqui do Rio vai terminar esta semana então entro de férias no próx sábado. O que isso significa? Mexer no OPALÃO!

Quando trocamos o coletor pelo 6×2, não tinha nenhuma loja aberta para comprarmos uma junta nova, e a que tinha, estava em três pedaços… montamos mesmo assim e o carro ficou zero. Sábado passado comprei uma nova pra substituir e agora o carro está uma merda (y).
Provavelmente neste fds eu troque novamente a junta por alguma de outra marca e devo corrigir uma mangueira que identifiquei que está ligada errada.

Além disso tem o novo problema de bateria descarregando, trambulador cada vez mais fodido, trocar o carpete e os instrumentos e embreagem patinando. Não sei qual a ordem mas é o que pretendo arrumar nestas férias.

O Bilbau também voltou a mexer na Caravoska que já está quase pronta pra receber a nova pintura.
As últimas fotos que tenho dela são do dia em que trocamos o coletor do Homer, o Arnica colocou os freios na Caravoska e o Bilbau estourou o virabrequim dando um borrachão haha.

Agora quebrou de vez

Não sei se é bom ou ruim… O problema na suspensão na verdade não é um problema na suspensão o.o

A tremedeira da trazeira na verdade era o cardã solto, e o barulho na frente era do rolamento estourado pelo atropelamento do cão do inferno.

A parte boa é que descobri que a suspensão não está tão ruim. Mas poderia ter descoberto sem precisar tomarnocuh.

Fui na oficina com o Arnica e a Maritaca (irmã dele que nao tinha nada melhor pra fazer) para tirar o escapamento e prender o cardã. Saindo de lá, umas amigas nos ligaram pra tomar uma breja…. perfeito! Mas no caminho a roda dianteira esquerda começou a fazer muito barulho nos forçando a parar no meio da rua.

Macaqueamos o carro, retiramos a roda o foi aí que o Arnica percebeu que o problema era o rolamento que estava fodidasso. As ferramentas necessárias para dar um jeito estavam na oficina e não tinhamos como voltar pra lá. Liguei para o Cururu e ele com o Galo foram nos socorrer. Levaram o Arnica na oficina buscar as chaves que só serviram pra dar um jeito pra podermos chegar na oficina. Depois de deixar o Opala, passamos na casa da namorada do Galo e adivinha? O pneu do fusca dele furou…

A namorada dele nos levou em casa e assim acaba eu me fodendo DENOVO essa semana com o Opala.

Hoje o Arnica me liga para passar o diagnóstico para confirmar se realmente é só o rolamento.

Pra variar, Sósifodendo…

Fazia tempo que eu não me fodia de verdade com o Opala. Tinha até esquecido da sensação…

Sexta feira fui levar o velocímetro para testar com o Arnica e no meio do caminho o câmbio simplesmente não engatava mais nada… ficou molão. Pensei “pronto, agora quebrou de vez esse trambulador fdp”. O Arnica desceu e empurrou o carro enquanto eu guiava para o canto da av Gal Carneiro.

Óbviamente levo várias ferramentas no porta malas, e se não fossem elas…

Desparafusamos a coifa e olhamos para o trambulador. Lá estava o problema: os dois parafusos que prendem a alavanca do câmbio haviam perdido as porcas e se soltaram. Voltei um pouco na rua e procurei procurei procurei e nada… para nossa sorte, estavamos perto da Casa dos Parafusos, então o Arnica foi correndo e conseguiu dois parafusos com porcas para a substituição.

Cinco minutos depois, estava zero. E digo mais, melhor do que antes hehehe.

Como pouca merda é luxo, além dessa do trambulador, ainda tive mais um problema com a suspensão, que agora “arriou” de vez.

Ontem fiquei com preguiça de vir trabalhar de ônibus (estou em alphaville esta semana) e resolvi ir de Opala. Certo? Não, cagada!

Quando passava de 80km/h o carro parecia tremer. Resolvi então ir na miuda, sem correr muito.

Em uma subida, vários caminhões ficaram enfileirados e muito lentos, tive que mudar de faixa e socar o pé no menino… Como tinha um filhodaputa cara atraz precisei acelerar até uns 110 antes de voltar para a faixa da direita. Nesta brincadeira o carro começou a tremer demais e por um momento tive a sensação de que o pneu trazeiro tinha encostado na parte interna do para-lama quando fez um som muito estranho. Isso foi suficiente pra me trancar o cuzinho e encostar o carro no canto da rodovia.

Liguei para o Arnica, que me deu uma comida de rabo pois já tinha me falado pra não pegar estrada com o Opala, para o meu chefe e voltei para Sorocaba deixar meu filhote no “médico”.

Achei que dava para esperar alguns meses antes de ter que refazer a susensão inteira mas não deu jeito. Vai ser agora e eu tô fodido MESMO hehehehe.

Mais um presentinho pro Opalao

Como já diziam, dinheiro na mão é vendaval… quando você tem um Opala então é furacão!

Enquanto fuçava na internet à procura do tabelier, achei MUITA coisa interessante. Aí você começa a ter vontades… uma das coisas que eu sempre quis fazer era trocar o meu velocímetro por um do modelo dos 74 pra baixo, com aqueles números mais esticados com look mais antigo. Achei um (na verdade tanto o velocímetro como os marcadores) por 70 dinheiros funcionando filézudo. Não deu outra: comprei!

Pelo que ví no site dos correios o bagulho já chegou em casa e novamente estou impolgado pra caralio pra ir pra casa e ver a peça.

Antes que alguém critique que vai tirar a originalidade do carro eu já respondo:

Meu carro é original 4c e foi trocado o motor pro 6c do diplo 91. Os pneus trazeiros são maiores pra dar um look diferente. Meu carro é um carro original porém melhorado. Em breve terei volante do SS mesmo sem ser um motherfucking SS. Ele é opala e usa peças de opala.

Se um dia vocês virem algum neon nele aí sim podem descer o pau.

Esses são os instrumentos que habitarão meu painel em breve.

Sei que ainda devo fotos do tabelier mas desse fds não passa!